PROGRAMAÇÃO

O Festival de Inverno de Bonito 2016 apresenta em sua programação 83 atividades em várias linguagens artísticas, sendo 21 nacionais e 62 do Mato Grosso do Sul. Com um repertório plural e para todas as idades, capaz de interagir artistas e criadores de várias gerações dos novos aos consagrados e reconhecer em homenagens personagens que marcaram a história da região.

Reúne música popular brasileira, clássica, referências identitárias do folk presentes na região, hip hop, rock e expressões da cultura popular do Mato Grosso do Sul e do Brasil. Envolve a estética contemporânea do teatro, da dança e do circo capazes de revelar nossa riqueza cultural, o potencial criativo dos artistas brasileiros.

Exposições de artes plásticas reveladoras da singularidade e universalidade de nossos artistas, na célebre exposição Série Divisão de Mato Grosso, de Humberto Espíndola.

A infância e seu meio ambiente nas telas do cinema, desescondendo olhares sensíveis capazes de traduzir realidades e fantasias do universo infantil. O território criativo da economia busca espaço e formas híbridas de convivência no artesanato, na identidade indígena e na literatura ambientados na Praça da Liberdade. Oficinas e debates aproximam o pensamento e a ação de quem a partir do protagonismo constrói a inovação.

Por meio da interação com diferentes possibilidades artísticas, o cidadão sul‐mato‐grossense vai reler sua história e aspectos relevantes de sua identidade. O visitante, terá a oportunidade de conhecer de perto o jeito sul-mato-grossense e usufruir de seus talentos artísticos e o cenário espetacular de Bonito.

29/07 • Sexta-Feira
Shows
Outras Atrações

7h às 10h · VISITA AO PARQUE NACIONAL DA SERRA DA BODOQUENA • Passeios

O Parque Nacional da Serra da Bodoquena possui e protege a maior área contínua de Mata Atlântica em Mato Grosso do Sul. Ariranhas, lontras, onças pintadas, harpia e várias outras espécies habitam esse rico e maravilhoso bioma. Turistas e moradores de Bonito poderão conhecer este cenário exuberante. O passeio começa com a saída da Praça da Liberdade, às 7h, e vai até a Cabeceira do Rio Perdido, no Parque Nacional, onde está a trilha de 1,3 km de extensão. São 20 vagas disponíveis. As inscrições devem ser realizadas no telefone (67) 3255-2160 da Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio de Bonito.

9h às 11h · GESTÃO E CRIATIVIDADE EM DANÇAS URBANAS, TÉCNICAS E FUNDAMENTOS • Oficina

A oficina de Gestão e Criatividade em Danças Urbanas, Técnicas e Fundamentos tem como objetivo aprimorar e fortalecer o trabalho de grupos de dança de rua de Bonito. A intenção é promover um intercâmbio com profissionais e abrir novas possibilidades de aprendizado. Desta maneira, os envolvidos irão refletir sobre o conceito de resistência e afirmação da identidade que está no bojo dessa linguagem artística. 

Ministrante Edson Clair
Período: 23 a 30.07 / 14h-17h 
Local: Estúdio Rekebre | Rua das Flores, 1815, Bonito
24h / 20 vagas 

9h às 16h · RELENDO A OBRA DE HUMBERTO ESPÍNDOLA • Oficina

Por meio da técnica de releitura e procurando proporcionar vivências plásticas lúdicas, os participantes poderão observar os elementos utilizados nas pinturas de Humberto Espíndola e fazer suas próprias intervenções, destacando as características e o signo do Boi/Bovinocultura, presença fundamental nas obras do artista.

Ministrantes: Cristina Moura, Kelly Rodrigues e Roseli Nogueira 
29 a 31.07 / 9h-11h e 14h-16h 
Local: Tenda Infância e Juventude na Praça da Liberdade | Av. Heron do Couto, 190
12h / 20 vagas

9h às 22h · EXPOSIÇÃO SÉRIE DIVISÃO DE MATO GROSSO/HUMBERTO ESPÍNDOLA E MOSTRA COLETIVA DOS ARTISTAS DE BONITO • Artes Plásticas

Humberto Espíndola reforça a autonomia da linguagem artística e humaniza o sentimento popular numa narrativa histórica da divisão do estado de Mato Grosso em uma belíssima série de oito quadros. O criador e difusor da Bovinocultura cria um roteiro estético-histórico da criação de Mato Grosso do Sul. Acontece simultaneamente no mesmo espaço a Mostra Coletiva dos Artistas de Bonito, onde natureza e cultura servem de tema para as obras bonitenses. 

Local: Praça da Liberdade | Rua Cel. Pillad Rebuá, no centro de Bonito.  

9h às 22h · ESPAÇO LITERATURA • Literatura

Espaço exclusivo para os apaixonados pelas palavras, com lançamento de livros de autores regionais, discussões com escritores convidados e muito mais. Na Praça da Liberdade, rua Cel. Pilad Rebuá, no centro de Bonito. 

9h às 22h · TENDA DOS SABERES INDÍGENAS - PLANETÁRIO CÉU GUARANI • Arte e Artesanato

Na Tenda dos Saberes Indígenas é exposta a cultura dos povos indígenas de Mato Grosso do Sul por meio do artesanato e cultivo de plantas medicinais das etnias Atikum, Kamba, Guarani, Kaiuá, Kadiweu, Kinikinawa, Ofaié e Terena. Para divulgar a visão do povo Guarani sobre as constelações, diferente da visão ocidental, bem como os mitos associados aos mesmos, o Planetário Céu Guarani – UEMS e a Casa da Ciência-UFMS trazem observatórios solares compactos, permitindo a observação astronômica com o uso de telescópios.

 Local: Praça da Liberdade, Rua Cel. Pilad Rebuá, no centro de Bonito.

 

14h às 16h · MOSTRA DE CINEMA - A INFÂNCIA E SEU MEIO AMBIENTE • Audiovisual

A POEIRA (MS)

(MS/ Ficção/ 14 min)

Direção: Hélio Godoy 

Um menino perde seu pai, um vaqueiro do Pantanal, em acidente de cavalo. As lembranças do pai e da paisagem pantaneira ficam para sempre guardadas, inspirando coragem e bravura.

 

CORDILHEIRA DE AMORAS II (MS)

(MS/Documentário/2014/12 min)

Direção: Jamille Fortunato

Moradora da aldeia Amambai, no Mato Grosso do Sul, perto da fronteira do Brasil com o Paraguai, uma indiazinha guarani kaiowá, Karine Martines, de 8 anos, transforma seu quintal num experimento do mundo. Contando com nada mais do que folhas, tijolos e pedaços de papel e madeira, ela cria, com sua imaginação, histórias e personagens que alargam sua solidão em brincadeiras, sonhos e projetos. 

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=ifNG8kNWqUA 

 

ESCOLA DAS ÁGUAS: O DESAFIO PANTANEIRO (SP)

 

(Brasil/Documentário/2014/55min e 36 seg)

Roteiro e Direção: Juliana Vicente

A natureza é o próprio limite e o próprio caminho para uma escola no coração do Pantanal. A história da criação da Escola Santa Monica e o impacto que a iniciativa causou nas famílias são retratados no documentário. O homem se alia a sabedoria magistral da natureza, ensinando que todos nós fazemos parte dela. 

Teaser: https://www.youtube.com/watch?v=44RC3yx_rOU 

14h às 19h · SKATE – PRODUÇÃO AUDIOVISUAL E PROTAGONISMO JUVENIL • Oficina

Voltada para o skate, a oficina aborda técnica, criação, produção, edição e difusão dos produtos em web canais. Ressaltando o protagonismo juvenil, a oficina aborda assuntos que contemplam o desenvolvimento físico, social, intelectual e emocional do jovem, contribuindo para a formação educacional e cultural de praticantes do skateboard para que possam atuar com autonomia na transformação de suas realidades.

Ministrantes: Frederico de Almeida Campos e Rafael Torres
Período: 26 a 31.07 | 14h-19h
Local: CMU - Centro de Multiplo Uso | Rua 24 de Fevereiro, S/N 
45h / 40 

16h às 17h · CORTEJO - VAI QUEM VEM/MS • Apresentações

A Orquestra Vai Quem Vem é composta por metais e percussão, executando clássicos com novos arranjos da obra de Ary Barroso, Dorival Caymmi, Caetano Veloso, Lamartine Babo, Chico Science, entre outros. Fundada em 2015, o Vai Quem Vem revive as festas juninas e o carnaval de rua, tocando marchas, frevos, sambas, sambas reggae, manguebeat, maracatu, baião... No festival, pelas ruas de Bonito, o público seguirá em cortejo.

17h às 18h · POROPOPÓ VARIETÉ/MS • Circo

Composto pelos grupos Circo do Mato, Circo Le Chapeau, Cia Simbiose (Campo Grande), Cia. Theasthai de Dourados e Palhaço Challito de Nova Alvorada, especialmente para o FIB 2016, "Poropopó Varietê" traz a magia do espetáculo circense para Bonito. Com números de acrobacias, malabarismo, tecido acrobático, lira, trapézio, pirofagia e muita palhaçada, o universo do circo é colocado em evidência, encantando a plateia de todas as idades durante o festival. Na Praça da Liberdade, rua Cel. Pilad Rebuá, no centro de Bonito. 

17h às 18h30 · LANÇAMENTO DE LIVROS - KIKIO / A VIDA OCULTA DE FERNANDO PESSOA / A CRIATIVIDADE NO ENSINO DAS ARTES VISUAIS • Literatura

Lançamento de livros de autores e artistas regionais, como:

KIKIO - Geraldo Espíndola

“Nosso povo enxerga o ser como um som, um tom de uma grande música cósmica, regida por um grande espírito criador... Porque fala e alma são uma coisa só..."
Assim é Kikio, criação do cantor, instrumentista e compositor Geraldo Espídola.

 

A VIDA OCULTA DE FERNANDO PESSOA - André Morgado e Alexandre Leoni.

Esta é uma história que conta de forma alternativa parte da vida e obra do poeta, convidando o leitor a conhecer factos históricos reais, desde o seu nascimento, articulando-os com um mundo sobrenatural, idealizado pelos autores.

 

A CRIATIVIDADE NO ENSINO DE ARTES VISUAIS - Vera Lúcia Penzo Fernandes

Partindo de uma sólida base histórico cultural  o livro reconstitui os fundamentos, as práticas e as proposições inclusivas na perspectiva do processo criador tomado como fator de humanização e subjetivação. Escrita pela Profª Dra. Vera Lúcia Penzo Fernandes da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), o livro trás a tona um tema esquecido na história do ensino da arte.

18h às 19h · OMSTRAB (SP) • Dança

“Cidade” é o espetáculo que o Núcleo OMSTRAB vai apresentar no FIB 2016. O grupo de dança contemporânea, que completa 20 anos de trajetória, foi indicado como Melhor Espetáculo de Dança 2012 pela Prêmio Bravo! A proposta é uma redescoberta da cidade, enquanto uma entidade viva e pulsante, para buscar estabelecer um diálogo direto, corporal e auditivo por meio de elementos sonoros e movimentos que acabam se perdendo na urgência do dia-a-dia. Na Praça da Liberdade, rua Cel. Pilad Rebuá, no centro de Bonito.