PROGRAMAÇÃO

O Festival de Inverno de Bonito 2016 apresenta em sua programação 83 atividades em várias linguagens artísticas, sendo 21 nacionais e 62 do Mato Grosso do Sul. Com um repertório plural e para todas as idades, capaz de interagir artistas e criadores de várias gerações dos novos aos consagrados e reconhecer em homenagens personagens que marcaram a história da região.

Reúne música popular brasileira, clássica, referências identitárias do folk presentes na região, hip hop, rock e expressões da cultura popular do Mato Grosso do Sul e do Brasil. Envolve a estética contemporânea do teatro, da dança e do circo capazes de revelar nossa riqueza cultural, o potencial criativo dos artistas brasileiros.

Exposições de artes plásticas reveladoras da singularidade e universalidade de nossos artistas, na célebre exposição Série Divisão de Mato Grosso, de Humberto Espíndola.

A infância e seu meio ambiente nas telas do cinema, desescondendo olhares sensíveis capazes de traduzir realidades e fantasias do universo infantil. O território criativo da economia busca espaço e formas híbridas de convivência no artesanato, na identidade indígena e na literatura ambientados na Praça da Liberdade. Oficinas e debates aproximam o pensamento e a ação de quem a partir do protagonismo constrói a inovação.

Por meio da interação com diferentes possibilidades artísticas, o cidadão sul‐mato‐grossense vai reler sua história e aspectos relevantes de sua identidade. O visitante, terá a oportunidade de conhecer de perto o jeito sul-mato-grossense e usufruir de seus talentos artísticos e o cenário espetacular de Bonito.

28/07 • Quinta-Feira
Shows
Outras Atrações

14h às 17h · GESTÃO E CRIATIVIDADES EM DANÇAS URBANAS E FUNDAMENTOS • Oficina

A oficina de Gestão e Criatividade em Danças Urbanas, Técnicas e Fundamentos tem como objetivo aprimorar e fortalecer o trabalho de grupos de dança de rua de Bonito. A intenção é promover um intercâmbio com profissionais e abrir novas possibilidades de aprendizado. Desta maneira, os envolvidos irão refletir sobre o conceito de resistência e afirmação da identidade que está no bojo dessa linguagem artística. 

Ministrante Edson Clair
Período: 23 a 30.07 / 14h-17h 
Local: Estúdio Rekebre | Rua das Flores, 1815, Bonito
24h / 20 vagas 

14h às 19h · SKATE – PRODUÇÃO AUDIOVISUAL E PROTAGONISMO JUVENIL • Oficina

Voltada para o skate, a oficina aborda técnica, criação, produção, edição e difusão dos produtos em web canais. Ressaltando o protagonismo juvenil, a oficina aborda assuntos que contemplam o desenvolvimento físico, social, intelectual e emocional do jovem, contribuindo para a formação educacional e cultural de praticantes do skateboard para que possam atuar com autonomia na transformação de suas realidades.

Ministrantes: Frederico de Almeida Campos e Rafael Torres
Período: 26 a 31.07 | 14h-19h
Local: CMU - Centro de Multiplo Uso | Rua 24 de Fevereiro, S/N 
45h / 40 

17h30 às 22h · EXPOSIÇÃO SÉRIE DIVISÃO DE MATO GROSSO/HUMBERTO ESPÍNDOLA E MOSTRA COLETIVA DOS ARTISTAS DE BONITO • Artes Plásticas

Humberto Espíndola reforça a autonomia da linguagem artística e humaniza o sentimento popular numa narrativa histórica da divisão do estado de Mato Grosso em uma belíssima série de oito quadros. O criador e difusor da Bovinocultura cria um roteiro estético-histórico da criação de Mato Grosso do Sul. Acontece simultaneamente no mesmo espaço a Mostra Coletiva dos Artistas de Bonito, onde natureza e cultura servem de tema para as obras bonitenses. 

Local: Praça da Liberdade | Rua Cel. Pillad Rebuá, no centro de Bonito.  

17h30 às 22h · ESPAÇO LITERATURA • Literatura

Espaço exclusivo para os apaixonados pelas palavras, com lançamento de livros de autores regionais, discussões com escritores convidados e muito mais.

17h30 às 22h · EXPOSIÇÃO DE ARTESANATO – BRASIL, MATO GROSSO DO SUL E BONITO • Arte e Artesanato

A cultura, a arte e a natureza se transformam em lindas histórias contadas através do belíssimo trabalho manual de artesões, pintores e artistas regionais. Bonito, Mato Grosso do Sul e o Brasil são expostos em trabalhos únicos, reforçando os valores culturais de cada região.

17h30 às 22h · TENDA DOS SABERES INDÍGENAS - PLANETÁRIO CÉU GUARANI • Arte e Artesanato

Na Tenda dos Saberes Indígenas é exposta a cultura dos povos indígenas de Mato Grosso do Sul por meio do artesanato e cultivo de plantas medicinais das etnias Atikum, Kamba, Guarani, Kaiuá, Kadiweu, Kinikinawa, Ofaié e Terena. Para divulgar a visão do povo Guarani sobre as constelações, diferente da visão ocidental, bem como os mitos associados aos mesmos, o Planetário Céu Guarani – UEMS e a Casa da Ciência-UFMS trazem observatórios solares compactos, permitindo a observação astronômica com o uso de telescópios.

 Local: Praça da Liberdade, Rua Cel. Pilad Rebuá, no centro de Bonito.

 

19h às 22h · ABERTURA OFICIAL – HOMENAGEADOS: PAULO BOGGIANI E GERALDO ROCA • Apresentações

Admirado na cidade de Bonito, representou um grande divisor de águas em relação ao conhecimento geológico, contribuindo de forma significativa para o desenvolvimento da região. O governo do estado de Mato Grosso do Sul e o décimo sétimo Festival de Inverno de Bonito tem a satisfação de homenagear o professor Paulo Boggiani. 

O Festival de Inverno homenageia também Geraldo Roca. A importância fundamental desse grande artista, recém-desaparecido, na construção da música e identidade do Mato Grosso do Sul, motivou  o show Uma Para Estrada - Tributo a Geraldo Roca - uma das atrações da noite de estreia (quinta-28.07) da décima sétima edição do Festival de Inverno de Bonito 2016. Com curadoria e direção musical de Paulo Simões e Jerry Espíndola, essa homenagem reunirá representantes das diversas gerações influenciadas pela sua obra, reverenciada por artistas de renome nacional. Na Praça da Liberdade, rua Cel. Pilad Rebuá, no centro de Bonito.